Com qual vinho? Dicas para harmonizar a ceia de Natal e brindar o Réveillon

Tinto suave, branco seco, champanhe brut ou demi-sec… As melhores escolhas para o final de ano

A ceia foi encomendada – ou, ainda melhor, preparada com muita antecedência! -, a sobremesa já está na geladeira e os aperitivos previstos. A última etapa, e nem sempre a mais simples, é a hora de escolher as bebidas. Um Pinot Noir ou Chardonnay para acompanhar o jantar? E para receber os convidados? Qual champanhe? Abaixo, confira algumas dicas simples para harmonizar.

. Peru, tender e lombo são os pratos mais tradicionais que compõem a ceia de Natal. Um bom Riesling é vibrante e energético o bastante para contrabalancear a riqueza do tender, por exemplo. Já para o peru, Pinot Noir é a escolha segura – seu toque frutado ele casa perfeitamente com a carne branca. Outra ideia: Nebbiolo da região do Piemonte, na Itália. Já se a ceia conta com rosbife, vá de Bordeaux, cuja profundidade é ideal para combinar com a intensidade da carne.

. Acontece nas melhores famílias: seu primo é vegetariano, a mulher do seu tio intolerante à glúten, e sua mãe acaba de decidir fazer uma dieta restritiva, e o resultado é uma ceia com opções mil que não conversam necessariamente entre si, o que dificulta ainda mais a escolha do vinho. Nesse caso, a dica é investir no champanhe, que normalmente agrada à maioria e combina facilmente com qualquer prato. Já para os vinhos, um bom Chardonnay ou Bordeaux tinto nunca fazem feio.

. Com vontade de surpreender neste Ano Novo? Ao invés de prosecco ou outro espumante, invista num bom champanhe rosé. Nada mais festivo para receber o ano que começa!

Unique Fashion Team

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *