Como usar o roller de jade (ou quartzo rosa)?

Nunca fui fã de turoriais e, em mais de 10 anos como jornalista de beleza, não me lembro de recorrer ao Youtube para aprender a fazer um olho esfumado ou um preso despretensioso. Eis que, há dois meses, durante uma viagem à Nova York, finalmente adquiri um roller de quartzo rosa (depois de hesitar entre o de jade) – também não sou do tipo de comprar pela internet, prefiro esperar a chance de poder ver, tocar e vibrar com um produto novo – e me vi digitando “how to use a rose quartz roller…” no Google.

Antes de saber como usar, me encantei com a ideia de ter esse lindo objeto na minha bancada, mas descobri logo que o utensílio de massagem, vindo da medicina chinesa tradicional e adaptado pelas mulheres asiáticas como um ritual de beleza, faz muito mais que bonito no Instagram. Conhecida pelas propriedades revigorantes, a pedra de jade e o quartzo rosa ajudam a estimular a circulação, combatendo o inchaço, que o produto aplicado seja melhor absorvido pela pele e, segundo algumas adeptas, garante um efeito lift e reduz as linhas de expressão.

Mesmo sabendo um pouco sobre massagem facial graças à expert Joelle Ciocco, as instruções e desenhos da Skin Gym que acompanham o produto não foram suficientes; queria precisões sobre como utilizar as duas extremidades do roller, quantas vezes deveria passar em cada lado, e os movimentos exatos. Foi aí que quebrei meu jejum de tutoriais e, entre diversas incursões sobre o tema, encontrei um que respondeu às minhas dúvidas. Desde então, incluí o roller na minha rotina matinal, logo após o hidratante. De cara é possível perceber que ele estimula mesmo a circulação e o inchaço na região dos olhos diminui consideravelmente após algumas passadas – para maximizar esse efeito, uma dica é guardá-lo na geladeira. Confira o passo a passo (a partir do 1’44”) no player acima e aproveite para conhecer outra ferramenta made in Asia que já foi para minha wishlist, o Gua Sha.

Vitória Moura Guimarães - Jornalista

Jornalista, formada pela PUC-SP e especializada em Moda pela faculdade Santa Marcelina, se mudou para Paris por amor e se apaixonou pela cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *