Especial Eco Wedding: o check-list do chef Daniel Aquino

Quando falamos em casamento sustentável, é importante que os noivos não só tenham sempre esse espirito em mente, como estejam abertos a fazerem concessões e mudanças – principalmente porque muitas assessoras de casamentos focam mais no sonho, esquecendo muitas vezes as boas práticas. Abaixo, alguns pontos importantes para destacarmos:

Local: fala-se muito em luxury destination weddings, mas esses lugares inóspitos podem gerar um certo impacto ambiental negativo. A saída é investigar se o local está preparado para gestão de resíduos que um casamento pode gerar durante o tempo da festa.

Mão de obra local: além de não precisar deslocar o staff, é uma forma indireta de incentivar o trabalho local.

Gestão dos resíduos: toda festa, seja ela pequena ou grande, vai gerar uma quantidade significativa de resíduos. É importante que estes sejam bem administrados e, por que não falar em reciclagem?

Convite: pense em materiais que possam ser recicláveis, ou aproveite que o mundo digital é acessível a praticamente todos para enviar convites virtuais. E que tal um convite feito à mão pelos próprios noivos? Nada mais exclusivo!

Decoração: pense comigo, decoração para igreja, decoração para a festa… Tudo isso para durar no máximo cinco horas! Que tal tirar proveito de “decorações vivas” e usar a criatividade para criar arranjos de plantas que possam ser replantadas no próprio entorno do casamento – e aproveitando como um ritual do próprio casamento! Outra ideia é doar toda a decoração para pessoas que irão casar e não disponibilizam de meios financeiros, uma ótima ação!

Horário: isso pode influenciar e muito! Quanto mais cedo, menos desperdício de energia vamos ter – o Brasil é um dos poucos países que a grande maioria dos casamentos são feitos à noite, na Europa o costume é diferente!

Listas de presentes: um casamento bem elaborado é feito com um bom tempo de antecedência, logo os noivos podem se programar para adquirir tudo aquilo que for necessário. E os presentes dos convidados podem ser doados a instituições – uma bela ação em conjunto.

Lembrança: que tal pensar em uma muda que esteja em extinção para os convidados plantarem, ou sementes frutíferas que tenham a cara ou o gosto dos noivos? Ccomo dizem por aí: uma das coisas que devemos fazer na vida é plantar uma árvore!

Material descartável: um ponto polêmico ao considerarmos que canudos de plástico contaminam o meio ambiente e matam milhares de seres aquáticos. Substitua por canudos de papel – o planeta agradece.

Guardanapos e toalhas: uma polêmica a parte. Claro que tecido é muito mais elegante, porém o método de lavagem deve ser adequado para não contaminar o meio ambiente. Outra dica é esquecer as toalhas e abusar de jogos americanos; tudo fica muito mais leve.

Cardápio: a minha parte preferida – claro. Costumo sempre perguntar aos noivos: “O que vocês gostam de comer?”. O menu deve ter a cara dos noivos, desde comidinhas que recordam a infância, os primeiros encontros… Mas sem esquecer dos convidados! Em casamento sustentável, devemos utilizar ao máximo ingredientes regionais presentes no entorno de onde será realizada a cerimônia. Respeitar a sazonalidade também é importante, pois além de eco-friendly, garante o melhor sabor dos ingredientes. Gostamos de caviar? Sim, gostamos! Gostamos de foie gras? Sim, amamos! Mas por que utilizar ingredientes que não estão em nosso entorno e deixar de lado o que podemos valorizar e está ali, do nosso lado. Não é assim com o nosso ou nossa parceira?

Uma check-list para um menu mais eco e personalizado:

. Pense primeiramente no que você gosta
. Não deixe de pensar também nos convidados
. Elabore um cardápio de acordo com a temporada, os produtos serão mais frescos e saborosos
. Tire o maior proveito de produtos locais, que além de responsável fará sua festa mais original!
. Tudo que é feito em mini porções, tipo finger food, contribui para o não desperdício – além de ficar mais lindo!
. Abuse de produtos orgânicos – seus convidados agradecem e o planeta vai selar seu casamento!
. O sabor e a apresentação devem ser elementos chaves, porém nunca esqueça que é importante pensar na leveza dos ingredientes: estamos em um país tropical abençoado por Deus e bonito por natureza!

Daniel Aquino, chef do Unique Garden Hotel & Spa

Responsável pelo menu criativo e balanceado do Unique Garden Hotel & Spa, o chef Daniel Aquino se apaixonou pela cozinha "farm to table" após trabalhar ao lado do chef francês Michel Bras, um dos precursores do conceito. Conhecido por suas invenções saborosas, Daniel faz questão de criar seus pratos a partir dos ingredientes cultivados na horta do hotel. Seu sonho? Tornar a cozinha do Unique Garden 100% sustentável, que deve em breve ser realizado. Por aqui, divide suas receitas preferidas e dicas preciosas para deixar a sua alimentação também mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *