Go West: porque você vai aderir ao look caubói

Das passarelas à Netflix, a tendência western está no air du temps

Um estábulo como locação (Grandes Écuries, no Domínio de Chantilly, na França), modelos cruzando a passarela a galope, chapéus, babados, jeans, cintos grossos: o desfile Resort da Dior, inspirado nas “escaramuzas” (amazonas mexicanas), consagrou o que a temporada de verão 2018 já havia previsto: a tendência western veio para ficar.

Se além da Dior, Chloé, Calvin Klein, Coach, Rebecca Taylor e Isabel Marant (na última temporada de inverno internacional) exploraram a tendência em seus desfiles recentes, a moda transcende as passarelas – e conquista até sua televisão. Culpa de uma nova onda de séries e programas temáticos, como o sucesso “Westworld”, série da HBO que restitui o Velho Oeste em forma de thriller ficção-científica. Na Netflix, o documentário “The West”, de Ken Burns, o drama western “Godless” e “A Balada de Buster Scruggs”, primeira série dos irmãos Cohen, um faroeste com o ator e cantor Tim Blake Nelson como o caubói.

Em tempos agitados, de inquietação social, crise política e conflitos ideológicos em um mundo em plena libertação, contexto parecido com os da sociedade no Velho Oeste, não é de se admirar que a estética western se insira no air du temps.

Alberta Ferreti
Calvin Klein
Dior
Isabel Marant
Cloé
Unique Fashion Team

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *