Um hotel secreto fora do roteiro turístico da Côte D’Azur

Saint-Tropez, Nice, Saint-Jean-Cap-Ferrat, Cannes… O sul da França tem destinos famosos que costumam estar no topo da lista dos turistas que exploram a Côte D’Azur. Mas, entre os balneários conhecidos, escondem-se pequenos vilarejos com hotéis charmosos e confidenciais que valem o desvio.

Um deles é o Roches Rouges, localizado nos pés do Maciço Esterel, em Saint-Raphael (entre Nice e Saint-Tropez) – o nome vem da cor das rochas avermelhadas que marcam a paisagem da região. O prédio modernista (construído no fim dos anos 50) totalmente aberto sobre o Mediterrâneo passou por uma reforma recente, que garantiu ao hotel o selo cinco estrelas. O mar é, aliás, a estrela do local, e chega a invadir suas dependências em forma de uma piscina natural de água salgada toda feita de pedras. Prefere um mergulho profundo no azul intenso? Um pequeno deck permite o acesso direto ao mar. Já outra piscina aquecida e longa é a escolha das crianças e dos nadadores de plantão – fique longe se quiser silêncio total.

Um pool bar (onde são projetados filmes a céu aberto) e um pequeno jardim com mesa de ping-pong e terreno de pétanque completam a área externa – é ali que acontecem também as aulas de yoga matinais oferecidas aos hóspedes interessados. Sim, as atividades são uma maneira de preencher a falta de atrações nos arredores – ou seja, se você é do tipo que não consegue ficar o dia todo no hotel, talvez precise recorrer ao concierge para explorar a região ou se aventurar em caminhadas e se instalar nas pequenas praias próximas dali.

Nos quartos e nas áreas comuns, o décor minimal ultra elegante em branco, madeira e bambu garante o conforto e convidam ao relaxamento – esqueci de mencionar o spa Esthederm, com tratamentos e massagens ótimos e com preço correto para um hotel 5 estrelas! Dois dias por ali são suficientes para esquecer do mundo, se revigorar com mergulhos no mar e siestas sob o guarda-sol. Não esqueça um bom livro!

Vitória Moura Guimarães - Jornalista

Jornalista, formada pela PUC-SP e especializada em Moda pela faculdade Santa Marcelina, se mudou para Paris por amor e se apaixonou pela cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *