Amy Winehouse livre: os retratos inéditos da cantora por Blake Wood

Portas de saída de palco, becos escuros e táxis. Em imagens, a vida de Amy Winehouse foi documentada incessantemente por papparazzi que a esperavam a cada saída de show, de sua casa ou se escondiam para fazer mais uma foto jamais vista da cantora. Amy era o personagem perfeito para os tablóides de seu país: sua vida misturava escândalos do divórcio de seu ex-marido, Blake Fielder-Civil, drogas, talento e uma atitude que lembrava os rock stars de décadas passadas – visão rara num cenário tomado por One Direction, Justin Bieber e Selena Gomez.

Retratada como deusa ou em cliques que mostravam o lado mais bruto da dura vida de Amy, que morreu aos 27 anos, em 2011, por conta de uma intoxicação alcoólica. Mas sete anos depois de sua morte, seu amigo e fotógrafo, o americano Blake Wood, abre parte do universo da cantora – no que foi uma de suas fases mais tumultuadas durante os anos em que ficou sob vigia da mídia – em novo livros de fotos intitulado Amy Winehouse.

Blake Wood conheceu Amy no início de 2008, após o lançamento de seu mega-álbum Back to Black – no pico de seu próprio “fatídico” auge. Ele, um fotógrafo americano de 22 anos que passou um ano em Nova York documentando seu círculo social: amigos da moda, da música e da arte. Foi em Londres, na casa de Kelly Osbourne, onde o tímido Blake conheceu Amy, com então com 24 anos, uma garota tagarela do norte de Londres. Wood passou os dois anos seguintes documentando a vida de Winehouse – e dele – e, 10 anos depois, lançou uma parte dessas imagens no livro publicado pela Taschen.

A maioria das fotos são do período em que Amy, Wood e outros amigos se mudaram para a ilha de St. Lucia, no Caribe, por seis meses enquanto Winehouse tentava ficar sóbria. Depois de uma performance desastrosa em setembro de 2008, durante o festival Isle of Wight, que Amy decidiu parar de usar drogas e se refugiou no local onde trocou o famoso beehive e delineador pesado por rosto lavado e fios ao natural, nadou no mar e andou à cavalo. As fotos de Wood mostram o lado mais livre de Amy, destacada dos palcos ou dos cenários preferidos de paparazzi, vestindo biquíni e calça jeans ou se enterrando na areia. Há ainda outras fotos de show que Amy fez em Paris durante abertura de uma loja da Fendi, e tocando bateria em sua casa em Camden. Veja alguns cliques a seguir:

Unique Fashion Team

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *